A experiência transmidiática em Alice de Tim Burton

24option free demo account

http://dangerhardcoreteam.com/product/dht-stickers/ أريد ربح المال الآن

grupo opciones binarias

opzioni binarie per ipad

http://diginbruntsfield.co.uk/?konstanta=currency-rates-chart-live currency rates chart live

http://ofm.org.ar/?semki=%D8%AE%D8%B5%D9%85-%D8%A7%D9%84%D9%81%D9%88%D8%B1%D9%83%D8%B3 خصم الفوركس

60 sekunden trades demokonto

binäre optionen als anfänger

handlowe opcje binarne

gute indikatoren für binäre optionen

الخيارات الثنائية وسطاء الولايات المتحدة الأمريكية 2015

opzioni binarie 60 secondi iq option

http://nottsbushido.co.uk/hotstore/Hotsale-20150822-316390.html binäre optionen broker schweiz

– outra forma de mídia utilizada foi a sala de cinema, em que o trailer de Alice, que terá versão em 3D, foi exibido antes da megaprodução Avatar; – o offline ataca com um outdoor do personagem de Johnny Depp;

– a sessão de premiére mundial foi transmitida ao vivo no Facebook;

- ah, e tem o site oficial, que traz todas essas coisas citadas, e ainda possibilita a compra online de ingressos para assistir o filme no cinema.

 

As ações de divulgação da Disney desencadearam diversas outras manifestações não-oficiais, como exposições e eventos temáticos,o que colaborou para o sucesso de bilheteria que o filme se tornou logo nas primeiras semanas de exibição. Lançado em 4 de março nos Estados Unidos e em outros países, Alice quebrou recordes e superou Avatar, atingindo U$ 210,3 milhões no primeiro fim-de-semana (sendo que a produção ainda não estreou em 40% do mercado mundial).

É claro que uma parcela considerável deste sucesso vem da história maluca de Lewis Carroll e da fórmula Tim Burton + Johnny Depp, que já possui uma legião de fãs. Mas o investimento em recursos transmidiáticos para divulgação geraram grande curiosidade e expectativa no público, impactando o maior número de pessoas de diferentes formas.

breast enhancement essay Atualização: no caso de Alice, os recursos de transmídia foram utilizados como estratégia de divulgação do filme, e não da história (que não continua nesses outros meios, mas oferece uma experiência que pessoas que apenas assistiram o filme não irão conhecer).

10 Relatórios e Tendências em Comunicação e Social Media que você precisa conhecer

Todo mundo sabe que para trabalhar com comunicação é necessário estar sempre bem informado. É claro que não dá pra saber tudo que está acontecendo em todo o mundo (overload!), mas independentemente da área que trabalhamos, tendo como matéria-prima a informação e o conhecimento, é preciso saber onde encontrar alguns dados, estatísticas e tendências.

Relatórios e pesquisas facilitam nossa análise de mercado, ampliam nossos horizontes e auxiliam no planejamento de futuras ações. Ainda que muitos destes estudos sejam pagos, vez ou outra encontro um relatório interessante disponível em PDF. Pensando nisso, compartilho alguns por aqui. Alguns exigem apenas um cadastro simples de e-mail. Divirta-se!

1. Swix – Social Media Marketing at the Largest Brands in the World.

2. BrandFinance – Global 500, um estudo sobre as 500 marcas mais valiosas do mundo.

3. BrandRepublic Whitepaper Library- a biblioteca do Brand Republic reúne artigos sobre muitos temas atuais e importantes, de B2B a Viral Marketing.

4. Pew Research Center – Números, fatos e tendências modelando o mundo. Este centro de pesquisas oferece diversos relatórios interessantes, como o State of the News Media 2010 e o Millenials: A Portrait of Generation Next.

5. EConsultancy – E-mail Marketing, Social Media, SEO, publicidade online… aqui tem de tudo.

6. Nieman Reports – Harvard – Jornalismo e Social Media.

7. Pop Cap Social Media Gaming Research – Relações entre jogos e mídias sociais.

8. Social Media Biz – Busca em tempo real e descoberta da social web.

9. State of Community Management 2010 – Relatório sobre criação, reconhecimento e gerenciamento de comunidades organizacionais.

10. Emarketer – Pesquisas e gráficos sobre marketing, social media, mobile marketing, consumidores, e por aí vai.