Para evitar a procrastinação: não finalize suas tarefas!

check that how has dating changed in the last 30 years check my source rencontre femme russe bay city mi dating agencias matrimoniales de asturias rencontre femmes senegalaise en france http://www.negocioseninternetrentables.com/flomance/4293 site http://www.commune-cailly.fr/filoime/krepost/2487 Início de ano é sinônimo de resoluções: ler mais, iniciar um novo projeto, parar de fumar – e pela internet afora encontramos centenas de dicas para transformar essas resoluções em realidade.

“Como melhorar seu foco e concentração” está sempre entre os “how to” mais procurados: a fuga da procrastinação. Não podemos começar o ano deixando para amanhã… bom, você já sabe o ditado. Entre os conselhos mais clichês para melhorar a produtividade, como concentrar-se numa tarefa só, não ser interrompido por pessoas e barulhos constantes e evitar o trio Gmail-Twitter-Facebook, encontrei uma dica pouco usual: não finalize suas tarefas.

Pode até parecer contraditório. Segundo Roald Dahl – autor de livros clássicos como A Fantástica Fábrica de Chocolate, – a melhor dica para evitar a tão temida procrastinação é… deixar as tarefas incompletas! Isso mesmo: o escritor recomenda que você não vá até o fim de um capítulo que está quase acabando, nem conclua aquele texto que exige mais um ou dois parágrafos. Pelo menos não antes de começar um projeto novo.

O lema é “nunca retorne para uma página em branco” e a ideia é a seguinte: quando estamos envolvidos em alguma coisa, adquirimos um ritmo de produtividade e, ao terminar, teremos que iniciar a próxima a partir do zero – quebrando a dinâmica. Uma página em branco é sempre assustadora, trazendo consigo bloqueios mentais. Ao perceber que estamos concluindo alguma tarefa, o ideal é interrompê-la e começar algo novo. Voltaremos depois e, ao conclui-la, teremos na manga um outro projeto já em andamento –  o que torna mais confortável que o continuemos, mantendo o embalo. Não é que faz sentido?

PS: mas tem que voltar e acabar a tarefa, viu? ;)

via Lifehacker

Leave a Comment.