Conheça o projeto Polyteck: ciência e tecnologia em revista

guida trading online Hoje um título de post publicado em um grupo de Facebook me chamou a atenção: “Como o seu comportamento pode transformar as universidades“. Esse é um assunto que me interessa bastante, e tive uma grata surpresa ao ler o post. :)

vais je rencontrer l'amour en 2015

http://motorcitysymphony.org/?prospertis=rencontre-fnac-lyon&68c=cc Trata-se de uma revista chamada Polyteck, focada em tecnologia e ciência de ponta e distribuída gratuitamente nas universidades. A ideia é de André Sionek, estudante de Física da UFPR, que estudou na University of Pensilvannia através do programa Ciência Sem Fronteiras do Governo Federal.

go to site

see Segundo André, na temporada na universidade norte-americana, ele percebeu diferenças no típico aluno norte-americano e brasileiro, como a falta de interesse do estudante brasileiro pelo que há de novo no campo da tecnologia e ciência e pelo estudo/conhecimento de forma geral (salvo exceções, é claro).

http://www.mabnapouyesh.com/dfdf/6904 Isso acabou gerando uma ideia para contribuir com a disseminação do conhecimento entre os universitários brasileiros. Nas palavras do fundador da Polyteck:

rencontre bretagne en scene(s) “Ao voltar do intercâmbio eu criei, junto com alguns colegas, uma revista de tecnologia e ciência que é distribuída gratuitamente dentro das universidades. O nosso objetivo é entregar a revista para os milhares de universitários que estão acomodados nas universidades. Jovens que não tem iniciativa para acessar algum blog sobre ciência na internet e muito menos vontade de ler um artigo científico ou um conteúdo mais aprofundado. Publicamos adaptações de artigos científicos de periódicos de alto impacto. Não simplificamos muito o conteúdo, pois acreditamos que os universitários tem capacidade para (e precisam) entender textos mais técnicos e procurar mais informações no artigo original caso tenham dúvidas. (…)

http://bossons-fute.fr/?fimerois=rencontres-islam&733=55 Quando um aluno lê a nossa revista dentro da universidade ele influencia os que estão ao seu redor, torna público o fato de que se interessa por tecnologia e ciência. E isso pode motivar mais jovens a lerem e se manterem atualizados com o que ocorre na tecnologia e ciência. Queremos criar esse resíduo de comportamento que vai influenciar e causar mudanças no comportamento de mais universitários.”

quanto si guadagna opzioni binarie ScreenHunter_146 Feb. 16 23.20

go to site A intenção dos fundadores do projeto é distribuir a Polyteck, que já está na sua 4ª edição, em outras universidades brasileiras. Para isso, estão com um projeto de financiamento no Catarse, em que pode-se contribuir com a causa a partir de R$ 10.

http://faithsmedicalservices.com/maljavkos/6520 Sempre tive muito interesse no que é produzido e publicado pelo ambiente acadêmico e acredito que iniciativas como essa ajudam a reduzir o gap entre o mercado e a academia. Acredito que esse projeto é muito válido e pode realmente incentivar a busca pelo conhecimento e uma mudança no comportamento de muitos estudantes Brasil afora. Eu já contribui! E você?

mujeres solteras en springdale