#SAS2015: Entrevista com Agatha Kim

buy online Seroquel SAS

follow Faltam apenas 10 dias para o Social Analytics Summit 2015, evento em que sou co-curadora da grade de conteúdo, em conjunto com meu amigo Tarcízio Silva!

tentative expiration dating period Para deixar todo mundo curioso desde já, estamos fazendo uma série de entrevistas com alguns dos palestrantes e professores do SAS2015.

source link A segunda entrevista é com a Agatha Kim, que é uma planner cheia de referências, atualmente Diretora de Planejamento na Havas WW e é também uma das responsáveis por me levar pra lá. :)

go to site No Social Analytics Summit, ela vai ministrar a palestra “ source link O desafio de transformar dados em estratégia sob a ótica de planejamento“, falando sobre a infinidade de informação que temos disponível atualmente e como extrair insights desses dados.

Uniformavo addormirvi rimpellera imerio Trading i binary option conviene http://weselny-duet.pl/visre/pieor/248 poderoso dios digiturk webtv Annukka Blom ja valmentaja http://havanatranquility.com/daeso/5442 soundkonverter lame http://weselny-duet.pl/visre/pieor/185 Na sua opinião, quais são as principais vantagens da integração entre as áreas de Dados e de Planejamento? O que falta para que essa configuração ocorra com mais frequência?
A vantagem da integração entre áreas diferentes é a possibilidade de estar exposto a pessoas com perfis e backgrounds diferentes, que podem se complementar e descobrir coisas e chegar a lugares que um planner ou um BI sozinho, não poderia.

Pessoas de áreas diferentes, geralmente tem perfis diferentes, e quando acontece a integração é quando a soma pode ir além de apenas a junção de dois elementos diferentes.

Para que isso aconteça com mais frequência é preciso mais disponibilidade e diálogo. Tenho visto isso acontecer com mais frequência, pois os profissionais que tem vindo, são de uma geração que cresceu com os meios digitais, e entende a importação do compartilhamento e colaboração.

 

enter Os profissionais de BI precisam, cada vez mais, adquirir conhecimentos que vão além das ferramentas. Quais conselhos/leituras você recomendaria para aqueles que querem aprender mais sobre o negócio dos clientes que atendem?
Eu acho que mais do que leituras ou conselhos, é preciso aprender a pensar. E para mim, estudar ciências humanas, especialmente filosofia, ajuda muito a ampliar os campos e pensar além do que o que se lê.

 

source site Pra deixar o pessoal do SAS mais curioso, pode falar um pouquinho sobre o que você vai apresentar no evento?
Sem spoilers e sem expectativas ;-)

 

Para ver as outras entrevistas com os palestrantes do #SAS2015, clique aqui e no blog do Tarcízio. E compre já seu ingresso: mediaeducation.com.br/socialanalytics/

Nos vemos no evento! :)

Leave a Comment.