#SAS2015 – Entrevista com Cristina Cardoso

http://www.kidvinyl.co.uk/?negr=funzionano-davvero-le-opzioni-binarie funzionano davvero le opzioni binarie

iq option ГѓВРregolamentato consob

indicador opções binarias 60 segundos

binäre optionen demokonto

optionyard erfahrung

binaire opties abn

http://nokanlammastila.com/wp-content/uploads/2011/12/Tilan-pѓЖ’†вЂ™ѓвЂ ўв‚¬в„ўѓЖ’ўв‚¬ЕЎѓвЂљ‚В¤ѓЖ’†вЂ™ѓвЂ ўв‚¬в„ўѓЖ’ўв‚¬ЕЎѓвЂљ‚В¤rakennus-ja-tilakauppa.jpg Robaxin 100 mg online

http://stmarysvancouver.ca/?victor=treding-con-sistema-binario treding con sistema binario Nunca me espantou as pessoas odiarem matemática, números e etc. Desde cedo todo mundo nos ensina que é chato (não estou dizendo que seja, mas sim o que se esforçam para nos convencer desde criancinhas…). Com certeza quem foi estudar publicidade, comunicação e afins não foi por amor incondicional à analise quantitativa. Mas aí, vão trabalhar numa agência e descobrem o que deveríamos, mas não aprendemos, na escola: http://vaneeuwijkadvocaten.nl/?nl=binaire-opties-belgie binaire opties belgie sem analisar os dados, não se pode tirar conclusões!
Formados em exatas estão alguns passos à frente neste quesito: não é na marra que perdem o medo dos números…
http://wildafrica.com.au/?pekarek=miglior-sito-per-trader miglior sito per trader E, por não ter todo este medo antes, trazem uma bagagem analítica mais sólida.

10 gcse coursework

http://restauracefantasy.cz/?kljaksade=bin%C3%A4re-optionen-zoomtrader binäre optionen zoomtrader A maior parte do público do evento, apesar de trabalhar com relatórios e planilhas, é da área de humanas. Quais dicas você daria para quem começar a aprender sobre Estatística?

Aprender estatística é muito legal! =)
Mas seguindo a linha da resposta anterior, existe algo muito mais acessível e não menos importante: aprender a ter uma visão mais analítica dos fatos!

Sempre é possível melhorar a sua visão analítica. Minha dica é sempre esta: focar em ser um crítico analítico! (muito mais do que ficar focado em dominar completamente uma ou outra técnica específica). Quando se é um bom crítico analítico, é muito mais fácil adaptar técnicas (e podem acreditar: adaptar é essencial), mesmo sem o completo conhecimento teórico de uma técnica específica.
Como fazer isto? Estudando muito, claro! Ninguém disse que ia ser fácil! :)

Mas com uma atitude menos passiva, mas muito mais crítica ao que se está estudando: onde mais posso aplicar isto? binäre optionen demokonto deutsch Esta técnica dá mesmo a resposta que estou buscando? Além da resposta principal, quais outras informações posso aproveitar aqui? O custo/beneficio da técnica é valido? Existe algum tipo de gráfico ou tabela me traria a mesma resposta? E por aí vai….
Com esta visão crítica, se estudar técnicas e exemplos de analise aplicada à qualquer área do conhecimento (de saúde, à engenharia, entre tantos universos até chegar em web, social mídia, etc), poderá aproveitar o conhecimento adquirido. Os conceitos são os mesmos, basta adaptar para poder usar no resultado de uma campanha!

 

köpa viagra säkert på nätet Pra deixar o pessoal do SAS mais curioso, pode falar um pouquinho sobre o que você vai apresentar no evento?

Desafio total! Mas super prazeroso, porque é uma oportunidade de promover interesse (ou aumentar o que já existe) por algo que gosto tanto!
Vou levar um pouco de conceitual de estatística e sobretudo modelagem (foco da apresentação), mas numa linguagem mais “palpável” para o publico de agência.
Mostrar a diferenças de aplicação e resposta entre algumas das mais famosas técnicas de modelagem disponíveis. Além de quebrar alguns equívocos de aplicação e interpretação.

 

Para ver as outras entrevistas com os palestrantes do #SAS2015, clique aqui e no blog do Tarcízio. E compre já seu ingresso: mediaeducation.com.br/socialanalytics/

Nos vemos no evento! :)