#SAS2015 – Entrevista com Cristina Cardoso

opciones financieras en argentina SASFaltam menos de 10 dias para o Social Analytics Summit 2015, evento em que sou co-curadora da grade de conteúdo, em conjunto com meu amigo Tarcízio Silva!

forex tjäna pengar Para deixar todo mundo curioso desde já, estamos fazendo uma série de entrevistas com alguns dos palestrantes e professores do SAS2015.

gebühren für binäre optionen A terceira entrevista é com a Cristina Cardoso, que é atualmente Consultora de Estatística na SKY Brasil e já passou por grandes empresas de pesquisa, como a Nielsen e a Ipsos, e agências de publicidade, como a Ogilvy.

next day delivery on Requip saturday No Social Analytics Summit, ela vai ministrar a palestra “ opciones binarias bank Previsões e modelos estatísticos para métricas de mídias sociais“, mostrando que a estatística não é um bicho-de-sete-cabeças e uma disciplina essencial para os nossos relatórios.

opzioni binarie expired time  

buy tastylia binäre optionen sichere strategie Na sua opinião, quais são as principais contribuições que profissionais com formação em estatística podem trazer para equipes de Business Intelligence e Performance das agências de comunicação/publicidade?

forex şirketi ekşi O básico seria dizer que um estatístico possibilita a aplicação de técnicas analíticas mais sofisticadas, o que otimiza resultados e mesmo processos (planejamento de campanhas e construção de relatórios).

regole trading binario Mas sou uma defensora de um lado muito mais rico do que técnicas especificas: a visão estatística da informação, mesmo sem usar técnicas essencialmente estatísticas.
Nunca me espantou as pessoas odiarem matemática, números e etc. Desde cedo todo mundo nos ensina que é chato (não estou dizendo que seja, mas sim o que se esforçam para nos convencer desde criancinhas…). Com certeza quem foi estudar publicidade, comunicação e afins não foi por amor incondicional à analise quantitativa. Mas aí, vão trabalhar numa agência e descobrem o que deveríamos, mas não aprendemos, na escola: köp Viagra sem analisar os dados, não se pode tirar conclusões!
Formados em exatas estão alguns passos à frente neste quesito: não é na marra que perdem o medo dos números…
opzioni binarie 60 investimento minimo E, por não ter todo este medo antes, trazem uma bagagem analítica mais sólida.

opcje binarne wyplata Os estatísticos tem uma formação diferenciada, mesmo num universo de “exatóides”. Há um foco muito grande em questões de variabilidade. Este é um conceito pouco falado, mas que é o coração de qualquer visão estatística: o pensamento norteado por variáveis e co-variáveis. Esta visão possibilita uma visão mais completa e assertiva do que os dados estão “contando”. E nada como ter conhecimentos diversos para contaminar uma equipe de boas ideias, não é mesmo?

binaire opties trading  

esercizi informatica operazioni binarie A maior parte do público do evento, apesar de trabalhar com relatórios e planilhas, é da área de humanas. Quais dicas você daria para quem começar a aprender sobre Estatística?

Aprender estatística é muito legal! =)
Mas seguindo a linha da resposta anterior, existe algo muito mais acessível e não menos importante: aprender a ter uma visão mais analítica dos fatos!

Sempre é possível melhorar a sua visão analítica. Minha dica é sempre esta: focar em ser um crítico analítico! (muito mais do que ficar focado em dominar completamente uma ou outra técnica específica). Quando se é um bom crítico analítico, é muito mais fácil adaptar técnicas (e podem acreditar: adaptar é essencial), mesmo sem o completo conhecimento teórico de uma técnica específica.
Como fazer isto? Estudando muito, claro! Ninguém disse que ia ser fácil! :)

Mas com uma atitude menos passiva, mas muito mais crítica ao que se está estudando: onde mais posso aplicar isto? topoption betrug Esta técnica dá mesmo a resposta que estou buscando? Além da resposta principal, quais outras informações posso aproveitar aqui? O custo/beneficio da técnica é valido? Existe algum tipo de gráfico ou tabela me traria a mesma resposta? E por aí vai….
Com esta visão crítica, se estudar técnicas e exemplos de analise aplicada à qualquer área do conhecimento (de saúde, à engenharia, entre tantos universos até chegar em web, social mídia, etc), poderá aproveitar o conhecimento adquirido. Os conceitos são os mesmos, basta adaptar para poder usar no resultado de uma campanha!

 

kan man köpa Viagra i usa Pra deixar o pessoal do SAS mais curioso, pode falar um pouquinho sobre o que você vai apresentar no evento?

Desafio total! Mas super prazeroso, porque é uma oportunidade de promover interesse (ou aumentar o que já existe) por algo que gosto tanto!
Vou levar um pouco de conceitual de estatística e sobretudo modelagem (foco da apresentação), mas numa linguagem mais “palpável” para o publico de agência.
Mostrar a diferenças de aplicação e resposta entre algumas das mais famosas técnicas de modelagem disponíveis. Além de quebrar alguns equívocos de aplicação e interpretação.

 

Para ver as outras entrevistas com os palestrantes do #SAS2015, clique aqui e no blog do Tarcízio. E compre já seu ingresso: mediaeducation.com.br/socialanalytics/

Nos vemos no evento! :)