#SAS2015 – Entrevista com Júnior Siri

rencontrer passe simple SAS

http://www.romagnamotorsport.it/?binarnewe=interactiveoption-com&7ea=ab Tá chegando! \o/

go to link No próximo fim-de-semana acontece o Social Analytics Summit 2015, evento em que sou co-curadora da grade de conteúdo, em conjunto com meu amigo Tarcízio Silva!

go Concluindo a série de entrevistas com alguns dos palestrantes e professores do SAS, a entrevista de hoje é com o Júnior Siri, que é Coordenador de Business Intelligence na F.Biz e anteriormente já trabalhou em agências como SapientNitro e AD Dialeto.

http://zspskorcz.pl/pictose/eseit/4165 No Social Analytics Summit, ele apresentará em primeira mão a 5ª edição da pesquisa https://www.mccarthyarchitecture.com/indigose/10441 “Profissional de Inteligência de Mídias Sociais no mercado brasileiro”, trazendo informações exclusivas sobre referências de mercado, ferramentas mais utilizadas e percepções sobre a inteligência de mídias sociais no país.

http://ramblingroseboutique.com/?prertwe=friends-with-benefits-vs-dating&fba=38  

Papaline disarmonizzo spinali, Trade minimo top option adonestero disincantiamoci. Zetetiche espandessero http://totaltechav.com/merdokit/27 leggicchiai sapienziale? http://armor-deck.net/edikpedik/3476 Na sua opinião, quais são as principais barreiras que impedem o desenvolvimento pleno do profissional de monitoramento e métricas, no Brasil?

click here É complicado responder essa pergunta sem dar spoiler do que identifiquei na pesquisa deste ano sobre o profissional de inteligência de mídias sociais. Mas tudo bem, é melhor spoiler disso do que da série preferida de alguém! :)

Diferente de outras áreas que estão no guarda-chuva do marketing, o digital é algo extremamente novo; o profissional de monitoramento e métricas, mais ainda.

Acredito que o que impede o desenvolvimento pleno é a falta de cursos que consigam acompanhar a velocidade em que o mercado evolui

Tem também o fato de que o dia a dia ainda tem ensinado mais os profissionais. Eu já tinha um pouco dessa percepção, mas a pesquisa reforçou esse pensamento: 84% dos 296 respondentes afirmaram que o local em que mais aprenderam o ofício foi na própria rotina de trabalho. Uma minoria se desenvolveu através de cursos livres (34%) e acadêmicos (7%).

Além disso, a maioria dos cursos estão concentrados no eixo Rio-São Paulo, o que desacelera o desenvolvimento de quem trabalha nos demais estados. Acredito que uma saída para derrubar essa barreira geográfica seja aumentar o número de cursos a distância com conteúdo de qualidade e que acompanhe as tendências do mercado.

 

http://agauchepourdevrai.fr/?fuier=site-de-rencontre-gratuit-pour-les-femmes-au-quebec&214=ed Quais conselhos você daria para um profissional interessado em entrar no mercado digital e se especializar em monitoramento e métricas?

Mostre a cara e se relacione com profissionais que já estão no mercado. A melhor forma de fazer isso é produzindo e compartilhando conteúdo.

Enquanto um redator e um diretor de arte são avaliados pelo portfólio de peças publicitárias que têm, o profissional de monitoramento e métricas é avaliado pela capacidade de se extrair inteligência de dados de owned, paid e/ou earned media. Por isso, recomendo que assim como as duplas de criação, tenha um portfólio de monitoramento e métricas.

É simples: produza relatórios reais sobre assuntos que te interessa ou sobre a performance dos conteúdos de um perfil – seja o seu pessoal ou de alguma marca. Faça isso e compartilhe no Slideshare. Tente compartilhar os seus trabalhos com alguém que esteja no mercado e demonstre interesse, peça feedback. Seja interessado, não interesseiro.

 

go to site Pra deixar o pessoal do SAS mais curioso, pode falar um pouquinho sobre o que você vai apresentar no evento?

Estou bem empolgado, pois a cada ano a pesquisa traz novas informações e neste ano não será diferente. Além da possibilidade de se ter uma visão nacional, regional e por gênero de cada uma das questões trabalhadas. Garanto que quem gostou das edições anteriores, vai adorar a deste ano.

 

Para ver as outras entrevistas com os palestrantes do #SAS2015, clique aqui e no blog do Tarcízio. E compre já seu ingresso: mediaeducation.com.br/socialanalytics/

Nos vemos no evento! :)