Livros de 2014: uma coincidência interessante

trading opzioni binarie cos///\\\\\\'è

trading migliori siti 1) Tina Fey – Bossypants / A Poderosa Chefona: já escrevi aqui no blog!

http://woodgrain.nl/?start=18/page/6/page/5/page/2/page/6/page/5/page/2/page/6/page/2/page/5/page/5/page/6/page/2 binaire opties club 2) Sheryl Sandberg – Lean In / Faça Acontecer: esse livro eu vi num post de uma amiga, acho que da Leli, se não me engano. Fiquei com um pouquinho de preconceito por causa do título, mas achei que valia a pena tentar. E como valeu!

A Sheryl é Diretora de Operações do Facebook e conta sua trajetória pessoal e profissional para “chegar lá”. Durante o texto, a autora aborda uma série de questões femininas em relação à liderança, os conflitos e as dúvidas; e é muito comprometida com a redução da desigualdade de gênero no ambiente de trabalho.

differenza tra trading e opzioni binarie 3) Nathalie Trutmann – O Misterioso Significado do Dinheiro: conheci a Nathalie em 2011, em um evento do TED, o TEDxValedosVinhedos, organizado pela minha querida Dani. A Nathalie é Diretora de Inovação da FIAP e uma guatemalteca cheia de histórias incríveis para contar. Assista a palestra dela aqui.

Continuei acompanhando o seu trabalho pelo Facebook e, quando soube que ela tinha lançado um livro sobre sua relação nada ortodoxa com o dinheiro, comprei na hora. É um livro curtinho, que nos ajuda a entender porque algumas pessoas são tão ligadas, dependentes ou “nem aí” para o dinheiro. Através de experiências pessoais e também referências externas, a autora conta como descobrir qual a sua relação com esse misterioso “ingrediente” das nossas vidas.

binaire opties zoomtrader 4) Bel Pesce – Procuram-se Super-Heróis: conheci o trabalho da Bel um pouco antes do lançamento do livro A Menina do Vale (que eu ainda não li, por sinal!). Admiro a mente otimista e executora que ela transparece ter, e suas conquistas surpreendentes aos 25 anos.

No livro, que tem prefácio de Hugo Barra (ex-VP @ Android/Google), a Bel fala como desenvolver habilidades essenciais para enfrentar o dia-a-dia das relações profissionais e pessoais. É recheado de conselhos que todo mundo já conhece (empatia, otimismo, perseverança, atitude, respeito, etc.) mas que sempre vale a pena relembrar, pois parecem esquecidos no nosso cotidiano. Apesar de ser um pouco utópico e HIPER-otimista, o livro vale a pena, principalmente se você estiver disposto a aceitar as dicas com o coração e a mente abertos.

5) algobit demo Carla Faour – A Arte de Escutar: esse livro veio em uma promoção da Amazon, gratuito por um dia. Não tinha nenhuma referência, mas como me interesso muito pela “arte de escutar” (inclusive, trabalho com isso!), comecei a ler. O livro fala de uma menina que possui uma espécie de “ímã” para gente maluca contar suas histórias pra ela, que ouve tudo atentamente. Assim, ela acaba conhecendo cada vez mais de perto as loucuras individuais que nos cercam. Do meio pro final, o livro começa a ficar meio enrolado… mas foi uma leitura rápida e bacana.

http://irinakirilenko.com/?deribaska=meinung-bdswiss&eb7=21 meinung bdswiss 6) Gillian Flynn – Gone Girl / Garota Exemplar: uma grande surpresa! É como posso resumir o livro de Flynn. Como vocês podem ver por essa lista de livros, eu estou um pouco “afastada” da ficção, devido ao ritmo de TCC + trabalho em 2013, e a enxurrada de leituras necessárias para ambos. Aí rola a crise de consciência de ler ficção ao invés de livros técnicos ou acadêmicos. Eu sei que é uma bobagem, e já estou tentando consertar isso! Então pedi uma indicação para a Dri para fazer as pazes com a ficção, que me apareceu com Garota Exemplar. O título me pareceu um pouco estranho, inicialmente. Mas como foi uma indicação de uma pessoa que confio (e que lê muito!), decidi dar uma “chance”. E o livro é muito bom!

É um livro sobre um casamento em ruínas. Uma mulher (Amy Dunne) desaparece misteriosamente no dia de seu aniversário de casamento, e o principal suspeito é, obviamente, o marido (Nick Dunne). O terror psicológico que se passa na cabeça dos protagonistas é envolvente, e as últimas 200 páginas prendem completamente você, daquele tipo de livro que do nada são 3 horas da manhã e você ainda não foi dormir.

Garota Exemplar vai virar filme em outubro, com Ben Affleck no papel de Nick Dunne e direção de David Fincher (A Rede Social). Oba!

opzioni binarie progressioni 7) danah boyd - It’s Complicated: esse eu comecei há pouco tempo e estou adorando! Mas também já falei dele aqui no blog!

Tem alguma sugestão/indicação? Envia pra mim nos comentários :)

[EBOOK] It’s complicated, danah boyd

A pesquisadora danah boyd  é uma das figuras mais conhecidas do meio acadêmico quando estamos falando de mídias sociais, cultura e tecnologia. Além de trabalhar na Microsoft Research, ela leciona na New York University e desenvolve pesquisas com o Harvard University’s Berkman Center for Internet and Society.

A danah disponibilizou uma versão gratuita do seu recém lançado http://wildafrica.com.au/botswana/botswana-adventurer-camping-safari/itinerary/ opzioni binarie trading on line It’s Complicated: The Social Lives of Networked Teens, livro sobre adolescentes e sua relação com a tecnologia e as redes sociais.

Corre aqui para baixar: danah.org/itscomplicated

itscomplicated

PS: eu já tinha comprado o livro pro Kindle antes de ver essa cópia em PDF, mas não me arrependi. É uma maneira de ajudar e incentivar a produção acadêmica em um campo que muito me interessa :D

Se você também quiser comprar, eis o link.

Tina Fey – Bossypants

Bossypants, ou em sua tradução brasileira “A Poderosa Chefona“, é um livro autobiográfico publicado pela comediante americana Tina Fey. Este foi um dos primeiros livros que comprei pro Kindle, e acabei sua leitura nessa semana.

Eu “conheci” a Tina Fey há pouco tempo, através da série 30 Rock, que é produzida, roteirizada e estrelada por Tina Fey. Eu assisto poucas séries de TV (como diz o @danielsouza, elas são um buraco negro de tempo) mas vi algumas temporadas de 30 Rock e gostei particularmente da persona Liz Lemon, personagem de Fey. A série mostra os bastidores da produção de um programa de TV fictício, baseado na experiência da própria Tina como roteirista do programa Saturday Night Live.

Sobre binaire opties traders Bossypants: é um livro de humor, em que Tina Fey conta algumas passagens de sua vida, algumas pessoais, outras profissionais. No meio das histórias tragicômicas, é possível encontrar, de maneira discreta, conselhos sobre liderança feminina no ambiente de trabalho, dicas de “como-dar-conta-de-tudo”, como conciliar a maternidade com a dedicação profissional, entre outros.

Uma das passagens mais bacanas do livro acontece quando Fey apresenta as “4 leis da improvisação que vão mudar a sua vida”. Essas dicas rendem um excelente paralelo de como improvisar não só nos palcos, mas no dia-a-dia.

Peguei a tradução em um post do B9:

A primeira regra da improvisação é  achei opções binárias concordar. Sempre concorde e diga  sim. Quando você está improvisando, isso significa que você é obrigado a concordar com o que seu parceiro criou. Então se nós estamos improvisando e eu digo,“Parado! Eu tenho uma arma!”, e você diz: “Isso não é uma arma. É o seu dedo. Você está apontando seu dedo para mim” nossa cena empacou. Mas se eu digo, “Parado! Eu tenho uma arma!” E você diz: “A arma que lhe dei para o Natal? Seu desgraçado!” nós começamos uma cena, porque concordamos que o meu dedo é na verdade uma arma de Natal.

Obviamente, na vida real você não vai sempre concordar com tudo que todo mundo diz. Mas a regra de Concordar nos faz respeitar o que o seu parceiro criou e começar com uma mente aberta. Comece com um sim e veja onde isso leva. Como improvisadora, sempre me irrito quando encontro alguém cuja primeira resposta é não. “Não, nós não podemos fazer isso”“Não, isso não está no orçamento”“Não vou segurar sua mão por um dólar” Que vida é essa?

A segunda regra da improvisação não é só para dizer que sim, mas  optionyard strategie SIM, E…. Você tem que concordar e, em seguida, acrescentar alguma coisa que criou. Se eu começar uma cena com “Caramba, como está quente aqui.”, e você simplesmente disser, “Sim …” a gente meio que ficou num impasse. Mas se eu disser: “Caramba, como está quente aqui.”, e você disser: “O que você esperava? Nós estamos no inferno.” Ou se eu disser: “Caramba, como está quente aqui.” e você disser: “Isso não deve ser nada bom para as estátuas de cera.” Ou se eu disser “Caramba, como está quente aqui.” e você diz: “Eu te falei pra não entrar na boca desse cachorro.” vamos chegar em algum lugar.

Para mim  probabilità nelle opzioni binarie “SIM, E…” significa não ter medo de contribuir. Contribuir é sua responsabilidade. Certifique-se sempre de que você está adicionando algo à discussão. Suas adições são válidas.

A próxima regra é  binaire opties 60 seconden strategie faça afirmações. Esta é uma forma positiva de dizer “Não faça perguntas o tempo todo.” Se estamos em uma cena e eu digo: “Quem é você? Onde estamos? O que estamos fazendo aqui? O que há nessa caixa?” Eu estou colocando pressão em você para chegar a todas as respostas. Em outras palavras: seja qual for o problema, seja parte da solução. Não basta sentar levantando questões e apontando os obstáculos. Todos nós já trabalhamos com gente assim. Essa pessoa é um saco.

Fazer afirmações também se aplica a nós mulheres: fale em afirmativas em vez de questões apologéticas. Ninguém quer ir a um médico que diz: “Eu vou ser seu cirurgião? Estou aqui para falar com você sobre o seu procedimento? Eu era o primeiro da minha turma na Universidade Johns Hopkins, sabe?” Faça afirmações, com suas ações e sua voz. Em vez de dizer “Onde estamos?” faça uma declaração como “Cá estamos na Espanha, Drácula!”. Tá bom, “Cá estamos na Espanha, Drácula!” pode parecer um início terrível de uma cena, mas isso nos leva à melhor regra:

estrategia doble inversion opciones binarias Não existem erros, só oportunidades únicas. Se eu começar uma cena como o que eu acho que é muito claramente um policial andando de bicicleta, mas você acha que eu sou um hamster em uma roda de hamster, adivinhem? Agora eu sou um hamster em uma roda de hamster. Eu não vou parar tudo para explicar que na verdade era para ser uma moto. Quem sabe?